Últimas Notícias

Confira últimas notícias, opiniões, resenhas, fotos e vídeos sobre a TAAG!

TAAG COM NOVO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO.

Presidente da República nomeia nova administração da TAAG

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, extinguiu nesta terça-feira a Comissão de Gestão para a TAAG - E.P, Linhas Aéreas de Angola, e nomeou um novo Conselho de Administração para a transportadora nacional de bandeira.

Numa nota da Casa Civil do Presidente da República, a que a Angop teve acesso, o Titular do Poder Executivo extinguiu a comissão de gestão composta pelas seguintes entidades:

  • Joaquim Teixeira da Cunha – Coordenador;
  • Rui Paulo de Andrade Telles Carreira – Coordenador-Adjunto;
  • William Rex Boutler- Coordenador-Adjunto;
  • Eric Zinu Kameni;
  • Nuno Ricardo da Silva Oliveira Pereira;
  • Patrick J. Rotsaert;
  • Vilupa Mathanga Gunatileka.

Num outro decreto, o Presidente da República procedeu à nomeação das seguintes entidades para integrarem o Conselho de Administração da Empresa TAAG-EP:

  • José João Kuvíngua – Presidente do Conselho de Administração;
  • Américo de Albuquerque Borges – Administrador Executivo;
  • William Rex Boutler – Administrador para a Área Comercial;
  • Joaquim Teixeira da Cunha – Administrador para a Área Administrativa;
  • Patrick J. Rotsaert - Administrador para a Área de Operações de Voo;
  • Vipula Mathanga Gunatilleka, Administrador para a Área Financeira;
  • Eric Zinu Kameni – Administrador para a Área de Manutenção;
  • Luís Eduardo dos Santos - Administrador Não Executivo;
  • Arlindo de Sousa e Silva - Administrador Não Executivo;
  • Mário Rogério Henrique de Oliveira Von Haff - Administrador Não Executivo;
  • Mário Jorge da Silva Neto - Administrador Não Executivo.

AVIÃO DA TAAG BOEING 777-300 ER

TAAG pronta para demanda com supressão de vistos

Luanda - A entrada em vigor a partir de hoje, 1 de Dezembro, dos acordos de supressão de vistos em passaportes ordinários angolanos para Moçambique e África do Sul não "beliscará" a capacidade de resposta da TAAG, Linhas Aéreas de Angola.

Diante do aumento da procura que se prevê, sobretudo na quadra festiva e com a situação dos acordos, a TAAG está preparada para responder a altura, tendo em conta o elevado gabarito das nossas aeronaves usadas nessas rotas

disse Carlos Vicente - Porta-voz da Companhia

Sublinhou que face a nova era, voltada para a região austral do continente, a transportadora nacional prevê aumentar o seu volume de negócio, visto que o número de interessados em viajar, quer para Moçambique como para a África do Sul, vai crescer exponencialmente, podendo forçar o aumento de frequências.

Informou que antes dos acordos, e apesar da crise, os níveis de comercialização para estes dois destinos eram estáveis.

Carlos Vicente revelou que as Linhas Aéreas de Angola transportam, presentemente, em cada viajem para esses países, acima dos 50% da capacidade dos seus Boeings 777-200, com 255 lugares ou do 777-300 que leva acima de 300 passageiros.

Indagado sobre o assunto, o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, afirmou estarem todas as condições, diplomáticas, técnicas, operacionais e jurídico-legais, reunidas para o início, nesta sexta-feira, da efectivação dos dois acordos com os vizinhos e parceiros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

A assinatura do acordo sobre isenção de vistos em passaportes ordinários, entre Angola e Moçambique, foi concluído no dia 17 de Novembro, em Luanda, enquanto o segundo foi celebrado a 24 do presente, em Pretória, no âmbito da visita de Estado do Presidente da República, João Lourenço, à África do Sul.

Os referidos instrumentos já foram aprovados pelo Conselho de Ministros, rubricados pelo Chefe de Estado e publicados em Diário da República, o que dá o direito de os cidadãos dos respectivos países viajarem comummente para qualquer um destes estados por um período de 30 dias.

CHEGADA DO NOVO AVIÃO DA TAAG B - 777 - 300 ER

Novo Boeing 777-300ER da Taag já em Luanda

Luanda - O novo Boeing 777-300ER da TAAG, Linhas Aéreas de Angola, chegou na tarde de hoje, sábado, a Luanda, proveniente de Everett, arredores de Seattle (EUA), com vista a reforçar a frota da companhia angolana de bandeira.

Avaliada em três biliões e 500 milhões de kwanzas, à aeronave, baptizada Morro do Moco, aterrou no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro às 13h05, depois de efectuar um voo directo de cerca de 16 horas de Seattle a Luanda.

Trata-se do último de três aparelhos recentemente adquiridos à concessionária americana, tendo os dois primeiros chegado ao país em Maio último.

O avião, que recebeu o nome em homenagem ao maior morro de Angola localizado na província do Huambo, planalto central, tem capacidade para transportar 225 passageiros em classe económica, 56 em executiva e 12 em primeira classe.

O B-777, também conhecido por “triple seven”, é um avião de longo alcance com o motor mais potente já produzido, é projectado e fabricado pela companhia norte-americana Boeing.

As principais características visuais do B-777, que o diferem dos demais aviões, são o diâmetro das suas turbinas turbofan (as maiores do mundo), o trem de pouso com seis pneus cada (total de 12) e a fuselagem tipicamente circular e comprida.

Morro do Moco é também o oitavo avião do tipo “triple seven” que a companhia angolana de bandeira adquire desde a chegada, a Luanda, do primeiro modelo, em Junho de 2011, no quadro do plano estratégico do Executivo para fortalecer e modernizar a sua frota.

Assistiram à cerimónia o ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o secretário de Estado do Interior para a Protecção Civil e Bombeiros, Eugénio César Laborinho, à embaixadora dos EUA em Angola, Helena Li Lime, entre outras individualidades.